Exercícios sobre o Brasil Regional

01. Brasil Regional: I.E. Superior de Brasília-DF – Mais uma vez volta a tona o projeto de criação do Estado do Planalto Central. Tal projeto pretende unir parte significativa do Distrito Federal ao Entorno, formando um novo estado. Pelo projeto, a área do Distrito Federal ficaria reduzida ao perímetro compreendido pelo Plano Piloto, Núcleo Bandeirantes, Sudoeste, Octogonal, Cruzeiro, Lagos Sul e Norte, Candangolândia, Paranoá e Guará. O restante do DF, ou seja, as outras regiões administrativas transformar-se-iam em municípios, que juntamente aos municípios goianos e mineiros do Entorno formariam o Estado do Planalto.

Utilizando-se das informações acima e de acordo com seus conhecimentos sobre o Distrito Federal, julgue os itens a seguir.

( ) Atualmente a região do Entorno é composta por municípios de Minas Gerais e Goiás, mas que no entanto, devido à carência infra-estrutural interna, acabam utilizando vários serviços públicos do Distrito Federal.

( ) O projeto de criação do Estado do Planalto Central já vem sendo viabilizado pela criação da RIDE (Região Integrada do Desenvolvimento do Entorno e Distrito Federal), que incorporou politicamente ao Distrito Federal vinte e dois municípios do Entorno.

( ) Municípios do Entorno como Brazlândia, Novo Gama, Santa Maria e Águas Lindas, por serem os mais pobres, seriam os mais beneficiados com a criação do Estado do Planalto.

( ) As constantes ondas de violência que atingem atualmente o Distrito Federal seriam definitivamente resolvidas, já que os delitos ocorrem exclusivamente nas Regiões Administrativas que irão compor o novo estado.

( ) Caso seja realmente criado o novo estado – Planalto Central – sua economia será calcada no recolhimento de impostos do setor secundário, uma vez que o atual Entorno tem no setor industrial sua principal base econômica.

 

 

02. UFRJ – A seca nordestina é um problema antigo e mau resolvido. A ineficiência oficial na solução do caso, implica inclusive na utilização pela opinião pública de expressões como “indústria da seca”, de cunho nitidamente crítico e desconfiado mesmo, do destino que tem recebido os recursos públicos aplicados nessa questão regional.

Com base no que tem sido publicado sobre esse problema e com ajuda do texto, pode-se concluir que:

a) o fenômeno da seca vem sendo politicamente explorado;

b) a seca nordestina, climaticamente inexiste;

c) a seca tem contribuído para a indústria nordestina;

d) há recursos públicos na indústria de combate à seca;

e) a industria regional é publica, e a seca é do interesse privado.

 

 

03. Brasil Regional: UFRN – O relativo sucesso de alguns projetos de irrigação vem modificado a paisagem de algumas áreas do semi-árido nordestino, o que se reflete no(a):

a) declínio da participação da pecuária intensiva na economia nordestina.

b) expansão da produção de alimentos para o mercado interno.

c) modernização da agricultura através do uso intensivo de tecnologia.

d) redução das áreas agrícolas irrigadas em outras regiões do país.

 

 

04. U. Salvador-BA – Oficialmente, o Brasil é dividido, pelo IBGE, em cinco regiões: Sul, Sudeste, Nordeste, Norte e Centro-Oeste.

Sobre essas regiões, é correto afirmar:

( ) A Região Centro-Oeste, com seu clima semi-árido, foi palco, no passado, das revoltas conhecidas como Cabanagem e Balaiada, e, atualmente, devido ao processo de irrigação de suas terras, lidera a produção de soja no País.

( ) A base do povoamento da Região Sul foi a imigração européia, principalmente no Estado do Mato Grosso do Sul, o que acarretou uma cultura diferenciada nessa parte do Brasil, baseada na miscigenação dos imigrantes europeus com os escravos negros.

( ) A Região Norte, atualmente, atrai o interesse internacional tanto pela necessidade de preservação ecológica de sua floresta equatorial, quando pela riqueza de sua biodiversidade.

( ) A Região Sudeste, desde os tempos coloniais, desponta como hegemônica na economia do País, com a mineração em Minas Gerais, que foi seguida pela riqueza do café em São Paulo e posterior industrialização.

( ) O problema da seca nordestina, mais do que uma questão climática (na região do Raso da Catarina se registram os mais baixos índices pluviométricos do País), é uma questão política, alimentada pela chamada “indústria da seca”.

 

 

05. Brasil Regional: U.F. Juiz de Fora-MG

Segunda região mais industrializada do País, sua industrialização foi largamente favorecida pela estrutura agrícola diferenciada e pela migração européia, que trouxe artífices e elementos qualificados.

Este trecho se refere à Região:

a) Norte d) Centro-Oeste

b) Sul e) Sudeste

c) Nordeste

 

Exercícios sobre as Regiões do Brasil.

 

06. Brasil Regional: UFRN – A mais extensa das sub-regiões do Nordeste brasileiro é uma área de baixa densidade demográfica e de solos rasos. Sua economia se baseia na pecuária extensiva de corte e na agricultura tradicional.

A descrição acima se refere à(ao):

a) Meio-Norte

b) Agreste

c) Sertão

d) Zona da Mata

 

 

07. UFRN – Leia o texto abaixo.

“O nordeste segue seco tendo muito mais gente do que as relações de produção ali imperantes podem suportar. As secas espasmódicas que assolam a região criam descontinuidades forçadas na produção rural e conduzem a um desemprego maciço dos que não têm acesso à terra, relegandos à condição potencial de retirantes. Sem empregos e pão ninguém pode conviver com as vicissitudes de uma natureza rústica (…)”

AZIZ, Nacib Ab’Saber. Os Sertões: A originalidade da terra. Ciência Hoje, Eco-Brasil, volume especial, maio, 1992.

De acordo com o texto, pode-se afirmar que:

a) a rusticidade da vida econômica e social na região independe da regularidade das chuvas.

b) a seca está relacionada, do ponto de vista socioeconômico, à grande concentração de terra e de renda na região.

c) as relações sociais de produção praticadas na região colaboram para a solução dos efeitos gerados pela seca.

d) as consequências da seca estão relacionadas principalmente à perda da produção agrícola nas áreas de latifúndio.

 

 

08. Brasil Regional: UFMS – A partir da década de 1960, na região Norte do Brasil, houve uma forte intervenção do governo federal com o objetivo de integrar essa região ao Centro-Sul do país.

Como manifestações desse processo, é correto afirmar que:

01. houve a criação da SUFRAMA (Superintendência da Zona Franca de Manaus), que tinha como objetivo criar um centro industrial e agropecuário com estímulo fiscal através da isenção de impostos como IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), ICM (Imposto sobre Circulação de Mercadorias) e impostos de importação e exportação.

02. houve a implantação de projetos de exploração mineral como o Grande Carajás, que inclui a construção da Estrada de Ferro dos Carajás, ligando Carajás ao Porto de Itaqui, em São Luís-MA.

04. houve a construção da usina hidrelétrica de Tucuruí, no rio Tocantins, para suprir a demanda provocada pela expansão urbana e industrial e para atender, principalmente, o “projeto dos pólos de alumínio”, pois são grandes consumidores de energia alétrica.

08. projetos industriais foram implementares em Belém, no Estado do Pará, pela SUDENE (Superintendência para o Desenvolvimento do Nordeste).

16. foram construídas as rodovias Transamazônica e Cuiabá-Santarém como medidas efetivas pelo PIN (Programa de Integração Nacional), criado durante o governo militar.

Dê, como resposta, a soma das afirmativas corretas.

 

 

09. Uneb-BA

“Os refugiados e outras pessoas expulsas de seu território são produto do fracasso quando se trata de resolver os conflitos e suas causas subjacentes: intolerância, antagonismo e pobreza. As mudanças radicais no econômico e no social agravaram, em muitos casos, essa mistura explosiva e deram lugar a um fértil caldo de cultivo para a violência e violação dos direitos humanos. Em alguns casos, a própria estrutura do Estado se desintegrou e isso provocou novos deslocamentos massivos.”

GHALI, Boutros. In: Magnoli, p. 87.

A partir da leitura do texto e dos conhecimentos sobre as migrações no Brasil, pode-se afirmar:

a) O movimento mais expressivos da população brasileira é o pendular.

b) O êxodo rural, no Brasil, tem declinado devido à modernização do campo.

c) As crises econômicas e a distribuição de renda fazem do Brasil um país de imigração.

d) A estagnação econômica de algumas regiões do país e a melhoria do sistema viário têm possibilitado a intensificação das migrações a partir da década de 50 do século XX.

e) As mudanças radicais ocorridas na economia brasileira e a violência contra os direitos humanos tem contribuído para que a Região Centro-Sul passasse a ser uma área de repulsão.

 

 

10. Brasil Regional: UFF-RJ – Observe o mapa e numere, no quadro a seguir, a coluna da direita de acordo com a da esquerda.

simulado completo sobre Brasil Regional

Características:

1. Clima semi-árido, e domínio da pecuária extensiva; baixas densidades demográficas e graves problemas socioambientais.

2. Sub-região mais urbanizada e de maiores densidades demográficas com atividades industriais e de serviços em suas principais cidades; latifúndios monocultores e desmatamento em larga escala.

3. Área relativamente alta (de 500 a 800 metros), de vegetação com características de mata atlântica (leste) e de caatinga (oeste); expansão de latifúndios monocultores nos tabuleiros sedimentares; presença de minifúndios policultores.

4. Agricultura tradicional dominada pela produção de algodão, cana-de-açúcar e arroz; estrativismo nas “matas de palmeiras” (babaçu e carnaúba); clima variando do semi-árido ao úmido.

Sub-região

( ) Zona da Mata

( ) Agreste

( ) Sertão

( ) Zona dos Cocais

Assinale a opção que apresenta a seqüência correta da numeração.

a) 2, 3, 1, 4 d) 2, 4, 1, 3

b) 3, 1, 4, 2 e) 3, 2, 1, 4

c) 2, 3, 4, 1

 

🔵 >>> Veja a nossa lista completa de exercícios sobre Ecologia.

 

Gabarito com as respostas das atividades com gabarito sobre Brasil Regional:

01. V – F – F – F – F;

02. a;

03. c;

04. F – F – V – V – V;

05. b; 06. c; 07. b; 08. 23; 09. 04; 10. a;