Capitanias Hereditárias Questões Resolvidas

01. Capitanias Hereditárias:
Defina o que eram as capitanias hereditárias.


02. PUCCamp-SP – A solução escolhida pelo governo português ao decidir-se pela colonização do Brasil, para garantir tanto a posse das terras brasileiras contra a ameaça estrangeira quanto à sua valorização, foi:

a) a proibição de que a criação de gado fosse feita no sertão, fora da área canavieira.
b) a doação de sesmarias para a instalação de en­genhos de produção açucareira.
c) o bandeirismo de apresamento para ataque das missões jesuíticas espanholas.
d) o estabelecimento de feitorias no litoral e a realização do escambo de pau-brasil.
e) o estímulo à emigração de portugueses para a região mineradora.


03. Aponte três causas do fracasso do sistema de capi­tanias hereditárias.


04. Fuvest-SP – A divisão do Brasil em capitanias hereditárias não seria apenas a primeira tentativa oficial de coloni­zação portuguesa na América, mas também a pri­meira vez que europeus transportaram um modelo civilizatório para o Novo Mundo. A esse respeito, é correto afirmar que:

a) o modelo implantado era totalmente desconhecido dos portugueses e cada donataria tinha reduzidas dimensões.
b) representava uma experiência feudal em terras americanas, sem nenhum componente econômico mercantilista.
c) atraiu sobretudo a alta nobreza pelas possibilida­des de lucros rápidos.
d) a Coroa, com sérias dívidas, transferia para os particulares as despesas da colonização, temendo perder a colônia para os estrangeiros que amea­çavam nosso litoral.
e) o sistema de capitanias fracassou e não deixou como conseqüências a questão fundiária e a estrutura social excludente.


05. UFRN – A implantação do sistema colonial transformou as relações amistosas existentes entre indígenas e por­tugueses no início da ocupação do Brasil.

Essa transformação se deveu à:
a) grande inabilidade dos indígenas para a agricultu­ra, recusando-se a trabalhar nas novas plantações açucareiras, atitude que desagradou aos portugue­ses.
b) crescente ocupação das terras pelos portugue­ses e à necessidade de mão-de-obra, levando à escravização dos índios, que reagiram aos colonos.
c) importação de negros africanos, cuja mão-de-obra acabou competindo com a dos indígenas, excluin­do estes do mercado agrário.
d) introdução de técnicas e instrumentos agrícolas europeus nas aldeias indígenas, desestruturando a economia comunal dos grupos nativos.


06. Oficialmente o Brasil foi “descoberto” em 1500, mas o governo português só iniciou a colonização de sua colônia americana em 1549. Por que Portugal demorou tanto tempo para iniciar a colonização do Brasil?


07. Aponte três causas do fracasso do sistema de capi­tanias hereditárias.


08. Fuvest-SP – A divisão do Brasil em capitanias hereditárias não seria apenas a primeira tentativa oficial de coloni­zação portuguesa na América, mas também a pri­meira vez que europeus transportaram um modelo civilizatório para o Novo Mundo. A esse respeito, é correto afirmar que:

a) o modelo implantado era totalmente desconhecido dos portugueses e cada donataria tinha reduzidas dimensões.
b) representava uma experiência feudal em terras americanas, sem nenhum componente econômico mercantilista.
c) atraiu sobretudo a alta nobreza pelas possibilida­des de lucros rápidos.
d) a Coroa, com sérias dívidas, transferia para os particulares as despesas da colonização, temendo perder a colônia para os estrangeiros que amea­çavam nosso litoral.
e) o sistema de capitanias fracassou e não deixou como conseqüências a questão fundiária e a estrutura social excludente.


09. Fuvest-SP – Comente os problemas do regime de capitanias here­ditárias e sua relação com a criação do governo-geral em 1548.


10. Mackenzie-SP – O sistema de capitanias hereditárias, criado no Brasil em 1534, refletia a transição do feudalismo para o capitalismo, na medida em que apresentava como característica:

a) a ausência do comércio internacional, aliada ao trabalho escravo, e economia voltada para o mer­cado interno.
b) uma economia de subsistência, trabalho livre, con­vivendo com forte poder local descentralizado.
c) ao lado do trabalho servil, uma administração rigidamente centralizada.
d) embora com traços feudais na estrutura política e jurídica, desenvolveu uma economia escravista, exportadora, muito distante do modelo de subsis­tência medieval.
e) uma reprodução total do sistema feudal, transpor­tada para os trópicos.


11. UFPE – Em 1534, o rei D. João III ordenou que se instalas-sem capitanias hereditárias na colônia portuguesa da América. Sobre este tema, leia as proposições a seguir e assinale V (verdadeiro) e F (falso).

( ) O sistema criado por D. João III, chamado capitanias hereditárias, tinha por base a divisão do território colonial português da América a partir de linhas paralelas ao Equador.
( ) Documento muito utilizado na época, o Foral con­cedia apenas a posse de uma capitania hereditária a um capitão-donatário.
( ) Entre os direitos e deveres dos donatários, quando se instalaram as capitanias hereditárias, consta­va o direito de escravizar índios e de vendê-los a colonos, como também o de mandá-los para serem vendidos em mercados de escravos em Portugal.
( ) Os capitães-donatários formavam um grupo so­cialmente heterogêneo, composto por pessoas da pequena nobreza, burocratas e comerciantes ligados à Coroa.
( ) As capitanias hereditárias formaram o primeiro conjunto de propriedades privadas da História do Brasil, visto que foram doadas ou vendidas pelo rei D. João III a particulares.


12. Unirio-RJ – A colonização brasileira no século XVI foi organizada sob duas formas administrativas, capitanias hereditá­rias e governo-geral. Assinale a afirmativa que expres­sa corretamente uma característica desse período.

a) As capitanias, mesmo havendo processo de exploração econômica em algumas delas, garantiram
a presença portuguesa na América, apesar das dificuldades financeiras da Coroa.
b) As capitanias representavam a transposição para as áreas coloniais das estruturas feudais e aristo­cráticas européias.
c) As capitanias, sendo empreendimentos privados, favoreceram a transferência de colonos europeus, assegurando a mão-de-obra necessária à lavoura.
d) O governo-geral permitiu a direção da Coroa na produção do açúcar, o que assegurou o rápido
povoamento do território.
e) O governo-geral extinguiu as donatarias, interrom­pendo o fluxo de capitais privados para a economia do açúcar.

 🔵 >>> Confira a nossa lista completa de exercícios sobre a História do Brasil.

 Gabarito com as respostas das questões sobre Capitanias Hereditárias para passar no Enem:

01. As capitanias hereditárias foram um sistema de colonização, já usado nas ilhas do Atlântico, que
consistia na divisão da colônia em faixas de terra entregues a fidalgos portugueses, que ficavam com
a obrigação de proteger e fazer desenvolver, cada um, a sua respectiva capitania.

02. B;

03. A falta de recursos dos donatários, a dificuldade de comunicação com a metrópole e os ataques
indígenas.

04. D;

05. B;

 

06. A demora na colonização do Brasil se explica pelo sucesso alcançado por Portugal com o comércio de
especiarias das Índias, e o Brasil, de início, não apresentava lucros que levassem o governo português
a investir aqui.

 

07. A falta de recursos dos donatários, a dificuldade de comunicação com a metrópole e os ataques
indígenas.

 

08. D;

 

09. O regime de capitanias, usado inicialmente na ilha da Madeira, não funcionou no Brasil devido a vários fatores, como a grande extensão territorial, os ataques indígenas, a descentralização  administrativa e a falta de recursos de alguns donatários. Em vista disso, a metrópole resolveu intervir no processo de colonização, centralizando a administração e participando efetivamente do processo colonizador.

10. D;

11. V, F, V, V, F ;

12. A

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário