Geografia da Região Norte do Brasil Exercícios

Geografia da Região Norte do Brasil: Texto para as próximas 2 questões.
(PUC-Campinas) Menos que uma sociedade organizada, a Amazônia destes anos de febre de borracha terá o caráter de um acampamento. Enquanto a massa da
população, os trabalhadores dos seringais, dispersos e isolados, se aniquilava nas asperezas da selva e na dura tarefa de colher a goma, os proprietários dos seringais, os comerciantes e toda esta turbamulta marginal e parasitária de todas as sociedades deste tipo, se rolavam nos prazeres fáceis das cidades, atirando às mancheias o ouro que lhes vinha tão abundante da mata. A riqueza canalizada pela borracha não servirá para nada de sólido e ponderável.
(PRADO JUNIOR, Caio. História Econômica do Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1990 p. 240.)

Lista de exercícios sobre a Geografia da Região Norte do Brasil, para professores e alunos da rede pública e privada de ensino.

1. A partir da análise do texto e do conhecimento histórico, pode-se afirmar que:
a) a extração da borracha, ao contrário do que afirma o autor, contribuiu decisivamente para o desenvolvimento da industrialização brasileira.
b) o aumento da exportação da borracha acentuou as desigualdades sociais na região Norte do país.
c) a extração do ouro e da borracha beneficiaram parcela significativa da população da Amazônia e do Brasil.

d) a exploração da borracha proporcionou a ascensão social e econômica das camadas mais baixas da população da região Amazônica.
e) os seringueiros e os proprietários dos seringais foram responsáveis pelo desmatamento na região Amazônica.

 

2. A observação das fguras e seus conhecimentos sobre a Amazônia brasileira permitem afirmar que:
a) a criação de unidades de conservação, conhecidas como reservas extrativistas representa uma possibilidade dos grupos economicamente minoritários sobreviverem ao avanço do capital, na região.
b) com o efetivo controle da violência e do desmatamento, na região, os ambientalistas e as comunidades locais tendem a promover a integração regional, a partir do extrativismo vegetal.
c) a região como um todo ainda é predominantemente rural, o que significa que qualquer política de desenvolvimento, a ser implantada, deve estar associada ao desenvolvimento das atividades primárias.
d) depois do grande avanço do capital, nas décadas de 1960/70, a região foi novamente abandonada à própria sorte, retomando o crescimento econômico, nos anos de 1990, graças a descoberta da biodiversidade da região.
e) a aceleração do desenvolvimento econômico autônomo, da região, deve estar associada à introdução de técnicas extrativas e de manejos dos solos, já utilizadas nos países desenvolvidos.

 


3. (UFAL). Geografia da Região Norte do Brasil: Como estratégia de desenvolvimento nacional e regional, pode-se afirmar que o Projeto Grande Carajás:
a) obteve pleno êxito em seus objetivos, propiciando uma redução significativa na dívida externa brasileira, por meio dos recursos obtidos com a exportação de minério de ferro.
b) contribuiu para o desenvolvimento industrial da região Norte, por meio dos incentivos que permitiram a instalação de indústrias siderúrgicas nos estados do Pará, Maranhão e Tocantins.
c) beneficiou apenas a região Norte do país, ao concentrar o desenvolvimento industrial nos estados do Pará e Amazonas, mediante a criação de “zonas francas” voltadas para a exportação de minérios.
d) ficou comprometido em seus objetivos devido, principalmente, ao grande endividamento governamental para sua implantação e os baixos preços do minério de ferro no mercado internacional.
e) não alcançou seus objetivos devido à pressão de grupos indígenas e ambientalistas, os quais forçaram o governo brasileiro a diminuir a extração e a exportação de minério de ferro na região.

 

 

4. (UFAL). Geografia da Região Norte do Brasil: “No fnal da década de 1970, a Vale do Rio Doce apresentou ao governo um projeto bastante ambicioso, denominado ‘Amazônia Oriental – um projeto nacional de exportação’, envolvendo não só a exploração dos recursos minerais mas também o potencial agrícola pecuário e madeireiro.”
(ADAS, Melhem. Panorama Geográfico do Brasil. São Paulo: Moderna, 1998. p. 271.)


Conhecido como Projeto Grande Carajás, este empreendimento implicou na construção de grandes equipamentos de infraestrutura na região Norte, dentre os quais destacam-se:
a) a usina hidrelétrica de Tucuruí, o porto de Itaqui no Maranhão e a Estrada de Ferro Carajás.
b) a Zona Franca de Manaus, a rodovia Transamazônica e a usina hidrelétrica de Tucuruí.
c) o projeto Sivam, a Zona Franca de Manaus e a Companhia Siderúrgica Nacional no Pará.
d) a usina hidrelétrica de Balbina, a rodovia Belém – Brasília e o porto de Itaqui no Maranhão.
e) o porto de Tubarão no Pará, a Zona Franca de Manaus e a Estrada de Ferro Carajás.

 


5. Geografia da Região Norte do Brasil: Durante o período de inverno, a massa de ar frio do Polar Atlântico (mPa) chega até a região Norte do Brasil. Assinale a alternativa que contém corretamente
a denominação local desse fenômeno.
a) Estiagem.
b) Geada.
c) ranizo.
d) Friagem.
e)
El Niño.

 

Os Conflitos Sociais no Brasil Exercícios Resolvidos.


6. (Unirio). Geografia da Região Norte do Brasil: Sobre a Zona Franca de Manaus podemos afirmar corretamente que:
a) seu parque industrial é dominado principalmente por modernas indústrias têxteis e alimentícias.
b) seu projeto industrial tem como base a proteção tarifária e, em sua estrutura dominam os capitais internacionais.
c) sua produção se destina basicamente a atender à demanda do mercado consumidor regional.
d) mesmo caracterizando-se como um polo industrial, a zona franca não chegou a promover um processo de expansão urbana.
e) domina a utilização de matérias-primas regionais atendendo às necessidades do mercado consumidor.

 

 

7. (Unesp) O texto permite abordar aspectos fundamentais da atividade agrícola na Amazônia. “Nas últimas quatro décadas, a demanda alimentar mundial quase triplicou, devido ao crescimento populacional e ao crescente enriquecimento. Essa demanda deslocou os agricultores para terrenos montanhosos e muitas vezes florestais. Sem o tempo necessário para construir os terraços tradicionais, os fazendeiros desmatam e aram terras íngremes, sabendo que elas terão de ser abandonadas em uma ou duas décadas devido à erosão. Da mesma forma, agricultores desesperados entram pelas florestas tropicais, como as da Amazônia, limpam a terra e a abandonam três ou cinco anos depois, quando as plantações esgotam o solo.”
(PORRITT, J. Salve a Terra. 1991, p. 64)
Assinale a alternativa que contém esses aspectos.
a) Perda de terras agricultáveis, diminuição da fertilidade dos solos e expansão da fronteira agrícola.
b) Perda de terras agricultáveis, desmatamento e criação intensiva de gado bovino.
c) Diminuição da fertilidade dos solos, desmatamento e implantação de canais de drenagem.
d) Desmatamento, expansão da fronteira agrícola e implantação de técnicas de irrigação.
e) Perda de terras agricultáveis, poluição da água subterrânea e desmatamento.

 


8. (UFMG). Geografia da Região Norte do Brasil: A respeito da exploração madeireira na Amazônia, é incorreto afirmar que ela:
a) tem atraído empresas que se dedicam à extração e ao beneficiamento da madeira, visando à sua exportação para outras regiões brasileiras e para o exterior.
b) vem adquirindo, desde a década de 70, importância crescente na economia florestal da região e do país.
c) é mais expressiva nas florestas plantadas com espécies nativas, destinadas ao abastecimento da indústria moveleira da região.
d) tem contribuído, entre outros fatores, para o declínio das atividades extrativas na floresta amazônica, como as da borracha, da castanha-do-pará e do palmito.

 


9. (Fatec) A paisagem desta sub-região da Amazônia, em duas décadas, transformou-se. Várias construções foram realizadas: ferrovia, moderno terminal de exportação de minérios, represa para a produção de eletricidade. Até a segunda metade da década atual, tudo isso pertencia a um Projeto de uma companhia estatal. A paisagem continua a mesma, mas houve mudanças profundas no gerenciamento da empresa.

O texto aplica-se à paisagem construída:
a) no Amazonas, entre os rios Madeira e Xingu, onde a companhia mineradora americana United Steel Company tinha 49% das ações desse grande projeto, sendo os minérios exportados para os países industrializados pelo Porto de Ponta da Madeira, em São Luís do Maranhão.
b) no Amapá, às margens do rio Jari, onde a Cia. Vale do Rio Doce construiu toda a infraestrutura para a exportação de manganês, minério raro no mundo, mas indispensável para a produção do aço.
c) em Rondônia, às margens do rio Madeira, onde a Cia. Meridional de Mineração devastou a mata para extrair a cassiterita e transformá-la em estanho, necessário à indústria brasileira.
d) no Sul do Pará, entre os rios Tocantins e Xingu, onde a Cia. Vale do Rio Doce, hoje privatizada, detém o monopólio da extração de vários minérios para exportá-los para Alemanha, Estados Unidos, Japão e outros países industrializados.
e) em terras limítrofes entre os estados do Amazonas e do Pará, onde a extração da bauxita e a construção de barragens para a produção do alumínio transformou essa área em polo de atração para os trabalhadores amazônicos e nordestinos.

 


10. (UFV). Geografia da Região Norte do Brasil: A construção da infraestrutura ferroviária, hidroviária, rodoviária e portuária retratada no mapa a seguir teve como principal finalidade favorecer:

Legenda:
1) Belém
2) Marabá
3) Carajás
4) Parauapebas
5) Curionópolis
6) Imperatriz
7) Açailândia

8) Buriticupu
9) Pindaré Mirim
10)Santa Inês
11)Santa Rita
12) Rosário
13) São Luís
A – Rodovia Belém-Brasília
B – Rodovia Transamazônica
C – Ferrovia Norte-Sul
D – Estrada de Ferro Carajás
E – Rodovia São Luís-Teresina

 

a) a geração de emprego na região, evitando dessa forma a migração da população local para o centro sul do país.
b) o escoamento da produção agropecuária da região para o mercado interno.
c) o escoamento da produção de matéria-prima oriunda do extrativismo vegetal para o mercado externo.
d) o escoamento dos recursos minerais para as indústrias da região Sudeste.
e) o escoamento dos recursos minerais para o mercado externo.

 

🔵 >>> Veja também a nossa lista completa de Questões sobre Geografia.

 

Gabarito com as respostas dos exercícios sobre a Geografia da Região Norte do Brasil:

1. B
2. A
3. D
4. A
5. D
6. E
7. A
8. C
9. D
10. E

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.