Simulado com Exercícios sobre o Anarquismo

01. Anarquismo: (UERJ) (…) a abolição da Igreja e do Estado deve ser a primeira e indispensável condição para a verdadeira libertação da sociedade; só depois que isso acontecer é que a sociedade poderá ser organizada de outra maneira.
(BAKUNINE, M. Apud WOODCOCK, G. Os Grandes Escritos Anarquistas. Porto Alegre: L&PM, 1981.)

a) Aponte duas características do Anarquismo.
b) No Brasil, o Anarquismo se fez presente nos movimentos operários das primeiras décadas do século XX, especialmente na conjuntura explosiva de 1917 – 1920. Cite um motivo que gerou essa conjuntura explosiva.


02. (UFF) Assinale a opção que sintetiza alguma das ideias do líder anarquista Bakunin.

a) Bakunin é chamado de anarquista porque, em 1881, suas ideias resultaram em uma internacional socialista separada da primeira internacional, semeando anarquia nas hostes do movimento operário europeu.
b) A sociedade livre deve recusar qualquer forma de organização que limite liberdade individual; por tal razão, o anarquismo pode ser considerado movimento anti-social e anti-político.

c) O anarquismo de Bakunin foi uma tentativa burguesa divisionista de opor a Marxismo uma contrafação de Socialismo baseada em ideias absurdas, mas de apelo para os operários.
d) A sociedade livre deve organizar-se espontaneamente em grupos de vizinhos (comunas) e de pessoas que trabalham juntas (cooperativas); entre tais grupos
podem surgir confederações livres, mas sem que se institua acima deles um autoridade controladora.
e) Bakunin era um fidalgo russo boêmio e profundamente reacionário, cujas idéias resumiam-se na recusa de qualquer autoridade ou associação de qualquer tipo e nível, tanto na economia quanto na política.


03. (Fuvest) Diferenças afastaram e semelhanças aproximaram comunistas e anarquistas no século XIX e primeira metade do XX. Identifque e comente essas diferenças e semelhanças.


04. (FGV) Leia com atenção as proposições abaixo:

I. “A história de qualquer sociedade, até aos nossos dias, foi apenas a história da luta de classes. Homem livre e escravo, patrício e plebeu, barão e servo, mestre
e companheiro, numa palavra opressores e oprimidos em oposição constante, desenvolveram uma guerra que acabava sempre ou por uma transformação revolucionária da sociedade inteira, ou pela destruição das duas classes em luta.”
II. “Se me pedissem para responder à pergunta – ‘O que é a escravidão?’ e eu respondesse numa só palavra: ‘Assassinato!’, todos entenderiam imediatamente o significado da minha resposta.

Não seria necessário utilizar nenhum outro argumento para demonstrar que o poder de roubar um homem de suas idéias, de sua vontade e sua personalidade é um poder de vida ou morte e que escravizar um homem é o mesmo que matá-lo. Por que, então, não posso responder da mesma forma a essa outra pergunta: ‘O que é a propriedade?’ com uma palavra só: ‘Roubo’.”

Assinale a alternativa correta.
a) A primeira proposição reproduz um trecho de uma das mais importantes obras do filósofo alemão Karl Marx, que serviu de base para a ideologia liberal desenvolvida no século XIX.
b) A segunda proposição refere-se ao manifesto cristão proposto por bispos da igreja, indignados com a miséria que assolava as classes trabalhadoras europeias no século XIX.
c) A “luta de classes” é um dos principais aspectos da doutrina marxista e a definição da “propriedade como um roubo” tornou-se um dos principais lemas
do anarquismo desde o século XIX.
d) A segunda proposição é de Joseph Proudhon, teórico liberal francês, indignado com a escravidão ainda praticada em determinados continentes no século XIX.
e) A segunda proposição refere-se à região da Palestina na perspectiva sionista, desenvolvida na Europa ao final do século XIX.


05. (UFCE) A respeito do anarquismo, é correto afirmar que:
a) como doutrina, defendia a necessidade de eliminar qualquer forma de intervenção estatal.
b) seus teóricos defendiam a intervenção do Estado na economia com o apoio do operariado.
c) condenava a violência como meio de ação, angariando, assim, o apoio da igreja católica.
d) a sua difusão representou a primeira ruptura surgida no partido comunista da Rússia.
e) o movimento restringiu-se aos países da América do Sul.


06. (UFMG) Leia estes trechos, que expressam algumas das principais correntes de pensamento do século XIX:

I. Ora, o que distingue a Revolução Francesa, e o que a torna um acontecimento único na história, é que ela é radicalmente má; nenhum elemento de bem alivia o olhar do observador; é o mais alto grau de corrupção conhecido; é a pura impureza.
II. A essência do sistema capitalista está, pois, na separação radical entre o produtor e os meios de produção. Esta separação torna-se cada vez mais acentuada e numa escala progressiva, desde que o sistema capitalista se estabeleceu.
III. O estado foi sempre patrimônio de qualquer classe privilegiada: classe sacerdotal, nobiliárquica, classe burguesa. O estado ergue-se ou cai quase como uma
máquina, mas o fundamental é que, para sua salvação e existência, haja sempre qualquer classe social privilegiada que se interesse pela sua existência.

Os trechos I, II e III podem ser associados, respectivamente:
a) ao Conservadorismo, ao Marxismo e ao Anarquismo.
b) ao Idealismo, ao Nacionalismo e ao Darwinismo.
c) ao Romantismo, ao Positivismo e ao Liberalismo.
d) ao Cientificismo, ao Saint-Simonismo e ao Nihilismo.


07. PUC-SP – A atuação do anarquismo, na condução do movimento operário, dava importância a atividades culturais como festas, bailes, apresentação de peças teatrais, numa tentativa de criar um universo alternativo à cultura burguesa.

Essa oposição operário/burguesia apontava ainda para a necessidade da luta direta entre esses pólos, tendo em vista a consecução dos interesses do operariado, sem a intermediação de órgãos ou instâncias, como o Estado ou a Igreja.

O texto seguinte faz parte de uma peça teatral anarquista, Uma comédia social, encenada em São Paulo, em 1910.

Anarquista: Veja você, meu amigo, te resta apenas um meio para não ser explorado, nem oprimido: demonstrar coragem.
Se os trabalhadores que são tão numerosos se opusessem com todas as suas forças aos patrões e governos, (…) estaríamos bem próximos dos homens verdadeiramente livres.

Identifique algumas das propostas básicas do movimento anarquista na condução do movimento operário nas primeiras décadas do século:
a) O nacionalismo, a valorização da ação parlamentar, a atuação dos sindicatos, a educação das massas como forma de acesso ao poder político.
b) O internacionalismo, o sindicalismo, a greve como instrumento de conquistas dos trabalhadores, a valorização da ação parlamentar.
c) O nacionalismo, a organização corporativa dos trabalhadores, o partido único, a intervenção estatal em todos os setores da economia.
d) A solidariedade entre os operários, o internacionalismo, o anti-clericalismo, a ação direta e a rejeição da ação parlamentar.
e) O nacionalismo, o sindicalismo, frente única entre trabalhadores e burguesia nacional e a organização de um partido de massas.


08. UERJ – Os anarquistas, senhores, são cidadãos que, em um século em que se prega por toda a parte a liberdade das opiniões, acreditam ser seu dever recomendar a liberdade ilimitada. (…)

Os anarquistas propõem-se, pois, a ensinar ao povo a viver sem governo, da mesma forma como ele começa a aprender a viver sem Deus.
Declaração dos Anarquistas, 1883. VOILLIARD, Odette et alii. Documents d’Histoire contemporaine (1851-1971). Paris: Armand Colin, 1964.

No texto acima, está apresentado o seguinte princípio do anarquismo:
a) rejeição do poder instituído, negando a necessidade do Estado.
b) recusa das eleições, substituindo-as pelo sindicalismo revolucionário.
c) fim do Estado e da Igreja, pregando sua substituição por ações de um cooperativismo associacionista.
d) superioridade da ação profissional sobre a da política, buscando a independência dos partidos políticos.


🔵 >>> Confira todas as nossas questões sobre a História Mundial.


Gabarito com as respostas do simulado sobre o Anarquismo:

01.
a) Duas dentre as características:
o anticlericalismo.
a igualdade plena dos direitos.
a conquista da liberdade plena.
a rejeição de toda a forma de poder.
a defesa do espontaneísmo das massas.
b) Um dentre os motivos:
sucesso da Revolução Russa.
maior difusão das ideias anarquistas.
alta do custo de vida sem proporcional aumento dos salários.

02. D;

03. Diferenças: Os anarquistas contestavam as classes sociais, as tradições e, principalmente, o Estado, fosse de qualquer natureza.
Semelhanças: São ideologias surgidas no século XIX em decorrência das condições sociais geradas pela Revolução Industrial, propondo o Comunismo como
alternativa ao Capitalismo.

04. C;

05. A;

06. A;

07. D;

08. A

Gostou desta lista de Exercícios? Não esqueça de compartilhar com seus amigos:

Deixe um comentário